Descubra mais valor nos Big Data

Visualize e analise grandes volumes de dados, de modo a obter novas revelações de padrões, tendências e relações que os seus relatórios nunca lhe evidenciaram. Mesmo que os seus dados estejam dispersos por vários locais, streams ou web logs, a tecnologia Esri pode trabalhá-los em conjunto para o ajudar no processo de tomada de decisão.
As análises geográficas transformam dados em bruto em conhecimento

Imagine que os dados em bruto que provêm a um ritmo acelerado de muitas fontes, constituem a sua base estratégia de Big Data. Estes dados estão repletos de elementos geográficos que provavelmente não está a utilizar. As ferramentas geográficas ajudam-no a filtrar e a converter esses elementos em camadas de informação geográfica. Pode utilizar e analisar estas camadas  para criar novos mapas, bastante úteis para a tomada de decisão.
Expor padrões geográficos

Os mapas são uma forma de ver a história por trás dos dados:
•    Os retalhistas podem ver onde as promoções e a concorrência são mais eficazes.
•    Os bancos podem obter uma explicação para o porquê dos empréstimos não estarem a ser cumpridos e onde existem mercados pouco explorados.
•    Os investigadores científicos que estudam as alterações climáticas podem ver o impacto dessas mudança nos padrões climáticos.

Encontrar relações espaciais

Visualizando os Big Data com a componente espacial activa, permite-lhe responder a uma série de questões e colocar novas questões. Onde se localizam os surtos das doenças? Onde existem maiores riscos no ramo dos seguros, com base nas mudanças nos padrões comportamentais da população? A inteligência geográfica acrescenta uma nova dimensão na resolução dos problemas e ajuda-o a compreender os Big Data.
Realizar modelos de previsão

Os modelos de previsão que utilizam Big Data com a componente espacial ajudam-no a desenvolver estratégias que respondem à questão “E se…?”, bem como no desenvolvimento de cenários. A administração pública pode utilizá-los para o desenho de planos de resposta a emergências e catástrofes naturais. A gestão de recursos naturais pode analisar a reconversão das zonas húmidas depois de um desastre. As organizações de serviços de saúde podem identificar a propagação de doenças e as melhores formas de as controlar.
Obter recursos geográficos a partir das redes sociais

Colocar os dados das redes sociais no mapa ajuda-o a controlar os fenómenos de forma dinâmica. Os retalhistas exibem os dados externos em mapas, para monitorizar e defender as suas marcas. Os bancos utilizam as análises geográficas para detectar fraudes. O mapeamento de dados das redes sociais ajudou os governos de todo o mundo a conhecer a opinião pública em tempo real em eventos de elevada importância, como as eleições ou as revoltas sociais.